Como orar: entenda mais sobre o seu momento com Deus

Como orar a Deus.

Aprenda a importância da oração e como organizar seu momento com Deus.

Se você é cristão, com certeza, considera bastante comum falar sobre Deus e até mesmo com Ele, em eventos cotidianos. Testemunhando algo que aconteceu em sua vida, fazendo um pedido aleatório em voz alta, entre outras posturas, afinal, quando convidamos Deus para fazer parte da nossa vida, ficamos em sua presença continuamente.

Mas, essas comunicações “picadas” não são consideradas orações.  A pergunta “como orar?” circula muito pelo ambiente cristão. Já que, nós, pessoas que entregaram seus corações ao Senhor Jesus, precisamos saber nos relacionar com Ele.

Por isso elaboramos este post, para que você entenda mais sobre como fazer suas orações de maneira correta, segundo os princípios cristãos.

Os tempos mudam e, assim, o relógio e o espaço também mudam.

Há alguns anos era corriqueiro passarmos horas no telefone, batendo papo com um amigo. Hoje, essa prática foi substituída por outra muito ágil: a troca de mensagens pelas conexões de internet.

Não está muito longe de nós a época em que viajar longas distâncias exigia alto poder aquisitivo e uma soma grande de dias. Sabemos que a mobilidade é algo muito efêmero hoje, que temos a capacidade de circular em muitos espaços em um curto período de tempo, entrando em contato com pessoas e culturas diferentes.

As mudanças tecnológicas e sociais vêm afetar a nossa rotina cristã. Por isso: considere o espaço e o tempo quando for fazer a sua oração.

Momentos isolados.

– Orações em silêncio: ficar sozinho de joelhos dialogando com o Senhor é uma das práticas mais eficientes para que aconteça uma troca, para que você esteja com a mente e o coração aberto e receba a voz Dele.

Jesus era um praticante dessa forma de oração. Foram muitas as vezes que ele se isolou para ter uma compreensão maior do que seu pai estava lhe dizendo.

– Fazer leituras: compreender e interpretar a Bíblia são formas de oração. Mas, caso você queira complementar essa leitura com reflexões, críticas, testemunhos e até histórias literárias, reserve um espaço adequado: Deus pode estar falando com você, dando respostas para as suas inquietações. Esteja em um lugar propício para ouvir seu chamado.

– Ouvir louvores: A prática de ouvir uma oração cantada inspira as pessoas a terem uma comunicação sincera com Deus. Acreditar e se sentir tocado é uma porta que se abre para ouvir a voz do Senhor. Por isso, manter seus ouvidos atentos e constantemente alimentados por palavras cristãs é uma forma de iniciar o processo da oração.

Formar grupos.

– Ir à igreja: quando muitas pessoas têm a mesma intenção e clamam ao senhor por motivos parecidos, a fé ganha uma força maior.

Além do mais, fazer as suas orações sozinho anula a necessidade de visitar a casa do Senhor. Deus criou a igreja como santuário: lugar em que seus filhos se reúnem para ouvir a sua palavra e para viver a reafirmação da fé!

– Participar de atividades cristãs: células, discipulados, grupos de oração, grupos de louvor, grupos de adoração… São muitas as opções para que você consiga manter um relacionamento com Deus, com um diálogo forte e constante.

Quando nos reunimos em grupo para fazer alguma atividade voltada para Deus, guardamos momentos de oração que costumam ser muito fervorosos.

Tempo.

A oração é uma invocação de Deus para um diálogo. Quanto tempo você tem dedicado – exclusivamente – para Ele?

Na lista anterior sugerimos diversos espaços e práticas para que você esteja em diálogo com o Senhor. Mas, é preciso se atentar ao tempo que você está se dedicando a essa troca, a essa conversa.

De nada adianta passar o dia em atividades cristãs e não refletir, não se mobilizar para um momento a sós com Ele.

Postura.

Deus conhece o seu coração, cada sentimento que você tem, cada medo e cada dúvida, cada alegria e cada realização. Mas, Ele quer que você tenha a capacidade de dialogar sobre tudo isso com Ele: na hora de pedir e na de agradecer também. Então:

Tenha uma postura de Fé, acredite no poder das suas palavras, escolha cada uma com carinho;

Tenha humildade e honestidade, lembre-se da sua condição como ser vivo, como servo do Senhor, sempre que for se dirigir a Ele.

Deus não é manipulável, muito menos um “Gênio da Lâmpada” no qual podemos “ativar” e sair fazendo pedidos.

Tipos de oração.

Por último, precisamos falar dos tipos de oração. Muitas vezes clamamos ao Senhor em situações banais: “Mas, se Deus quiser, eu vou conseguir”. Preste atenção! Antes de sair chamando o seu nome, reflita: Qual é o seu propósito?

Pedir ou agradecer.

Saiba fazer seus pedidos e agradecimentos ao Pai, refletindo sobre o que você está falando:

Sustento;

Sabedoria;

Orientação para as decisões mais difíceis/ Agradecer por ter tomado uma boa decisão;

Ajuda para alcançar os sonhos/ Gratidão por alcançar etapas do seu sonho;

Socorro para alguma situação extrema/ Reconhecer a ajuda divina em situações extremas;

Confissão e pedido de perdão por ações pecaminosas/ Louvar a Deus pelo dom de perdoar.

Se interesse mais sobre a oração!

Existem livros que apresentam um conteúdo denso e profundo sobre a oração eficaz, ou seja, a oração que gera os resultados desejados. Faça leituras sobre o tema, se mantenha sempre atualizado/a.

Crie a sua própria rotina de oração!

Esperamos que com essa leitura você tenha encontrado caminhos para estabelecer um diálogo melhor e mais frequente com Deus e que, a partir disso, consiga organizar melhor seus momentos com Ele.

Você encontra outros conteúdos como esse no Blog da Livrarias Família Cristã, confira!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *